Camisa amarela do Tour de France completa 100 anos em 2019 – Saiba tudo sobre a competição deste ano

Camisa amarela do Tour de France

Com a aproximação da principal competição do ano para ciclistas, as apostas começam a serem feitas para dizer quem será o novo campeão do Tour de France. A prova deste ano chega a sua 106ª edição e será disputada de 6 a 28 de julho. No ano passado o campeão foi o britânico Geraint Thomas, da equipe Sky, seguido pelo holandês Tom Dumoulin e o também britânico Chris Froome, em terceiro.

Este último, que já levou o título quatro vezes, está fora da competição, após sofrer um acidente. Ele caiu enquanto se preparava para a disputa da quarta etapa do Critérium Dauphiné – ainda no reconhecimento de percurso.

Ele foi levado imediatamente ao hospital as notícias iniciais eram de que a lesão era bem grave. Mais tarde veio a confirmação que as fraturas foram no fêmur, cotovelo e algumas costelas, colocando-o de fora do Tour.

Segundo relatos, ele estava em alta velocidade, quando perdeu o controle da bicicleta e se chocou contra um muro.

Com isso, os favoritos para o título segundo o site de apostas Betway, são o colombiano Egan Bernal, que recentemente venceu a Volta da Suíça, e Geraint Thomas, campeão no ano passado. Cada aposta vencedora paga 3,40 (dados extraídos no dia 23 de junho de 2019).

A primeira edição da prova, em 1903, foi bem diferente do que acontece hoje. Os ciclistas começavam a pedalar em Paris e paravam em Lyon, Marseille, Bordeaux, Toulouse e Nantes, antes de finalmente voltar à Paris. Apenas 15 pessoas competiram na ocasião.

Algo que chama muita atenção do público geral é o famoso esquema de cores de camisetas do Tour da França. A mais famosa é a camisa amarela, utilizada pelo líder na classificação geral, que que tem o menor tempo acumulado em toda competição até ali. Muitas vezes, ter essa cor no corpo não indica que este será o vencedor no final.

Veja também  Como escolher quadro e garfo da sua Gravel Bike - Materiais

Camisa amarela do Tour de France

Ela, nesse ano, completa 100 anos e para celebrar a data deste que é o maior símbolo da prova, a organização anunciou uma novidade para esta edição: serão utilizadas 20 camisas amarelas especialmente personalizadas com imagens de alguns monumentos, atletas históricos e locais especiais na história da corrida.

Camisa amarela do Tour de France

O uniforme branco com bolas vermelhas é dado ao melhor escalador do torneio, aquele que sobe montanhas com melhor eficiência e é uma das recompensas mais buscadas pelos competidores.

Já a camisa verde é usada pelo líder da classificação geral por pontos, e foi introduzida no ano de 1953 em comemoração aos 50 anos do Tour da França. Esta é uma referência ao primeiro líder da primeira edição, que usava a cor em seu uniforme. Vale lembrar que cada etapa possui uma pontuação diferente que varia por dificuldade e percurso. Em caso de empate, o líder é decidido pelo número de etapas vencidas e posteriormente, vitórias nos sprints intermediários.

Também há uma camiseta dedicada ao jovem melhor colocado – menor de 25 anos, levando em consideração o tempo geral. Cada uma das camisas especiais tem um patrocinador específico que varia de ano a ano.

“Cada camisa é diferente neste ano e apresenta as etapas ou os campeões que contribuíram para a história do Tour de France. Partiremos de Bruxelas, onde a primeira camisa amarela contará com o Atomium, enquanto a última terá o Arco do Triunfo e a Champs-Elysées” – explicou diretor do Tour de France, Christian Prudhomme, em entrevista coletiva.

As outras homenagens, segundo o diretor da prova, terão as fotos de grandes nomes da modalidade, como Bernard Hinault, Eddy Merckx, Jacques Anquetil e Miguel Indurain.

Veja também  Produtos que Usamos

A primeira camisa amarela foi concedida pelo criador do Tour de France, Henri Desgrange, em 19 de julho de 1919, a Eugène Christophe, após a 11ª etapa daquele ano, na cidade de Grenoble, no sudeste do país.

Este ano a disputa terá transmissão dos canais ESPN com transmissões das principais etapas ao vivo, além de compactos diários. Os assinantes também poderão acompanhar as transmissões pelo aplicativo Watch ESPN.

Bruno Vicari, apresentador do canal, fez recentemente o percurso de um trecho original da competição, e comentou as dificuldades: “Quem está treinando para prova tem que fazer treinos longos porque é uma prova para seis, sete horas. E aqui no Brasil não conseguimos simular como lá, já que as as montanhas não são muito longas. É treinar muito. Acho que a parte esportiva foi cumprida. Agora nós vamos colocar esse produto na ESPN”, completou.

About JosaJr

Um sujeito que mede o seu próprio sucesso pelo que inspira outras pessoas a fazerem de bom pelas suas vidas. Um eterno sonhador, corredor, artesão, cozinheiro, fly fisherman, criador do Endorfine-se, portal multi esportivo para quem corre ou pedala na rua e na montanha. Um belo dia resolveu levar uma vida mais saudável e perdeu 28kg em 5 meses e agora quer dividir com todo o mundo o que aprendeu e ainda vai aprender \o/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

How to whitelist website on AdBlocker?

How to whitelist website on AdBlocker?

  1. 1 Click on the AdBlock Plus icon on the top right corner of your browser
  2. 2 Click on "Enabled on this site" from the AdBlock Plus option
  3. 3 Refresh the page and start browsing the site