Cobras nas trilhas, o que fazer em caso de acidente

Uma das preocupações de todo trail runner são os animais peçonhentos. Cruzar com Cobras nas trilhas, ou escorpiões, aranhas e toda uma sorte de animais que podem ser bastante perigosos para os corredores.

No final do texto daremos algumas Dicas de Como Lidar com Cobras nas Trilhas

Aqui na minha região é normal cruzar com cobras nas trilhas. Nos meses mais frios elas hibernam e nos meses mais quentes elas ficam ativas caçando fora das trilhas. Mas na primavera outono é comum encontrá-las se aquecendo ao sol no meio das trilhas e estradas. Qualquer mancha mais forte de sol em uma trilha coberta é motivo de mais atenção.

Cobras nas trilhas
Cobras nas trilhas

Veja a Coral (Micrurus corallinus) do vídeo abaixo.

Eu a encontrei por volta das 8h da manhã tomando sol na estrada enquanto voltávamos de um treino. Ela provavelmente estava só tomando sol mesmo, pois caçar elas caçam a noite. Passei por ela e gritei para quem vinha atrás que tinha uma cobra ali, com pelo menos 50cm, talvez uns 60cm. Daí filmei.

Você pode dizer Mas o que? Correr onde tem cobra? Tô fora! E tudo bem, dependendo de onde você mora pode ser uma opção. Mas aqui em Indaial a gente tromba com as cobras nas trilas o tempo todo, e são elas coral, jararacas e até cascavéis dentro da cidade. Já capturei uma jararaca dentro da gaveta de papeis no atelier da Bianca, terror, terror… terror.

Vê só. Ontem a noite eu e a Bianca fazíamos um treino urbano numa área com bastante vegetação, mas dentro da cidade e no asfalto. A Bianca estava correndo na minha frente e de repente eu vejo uma coral passando ao lado do meu pé. A Bianca que estava a menos de 3 metros na minha frente, deve ter passado muito próximo dela e simplesmente não viu a cobra. E a cobra também não deve ter visto a Bianca.

Mas me viu, porque assim que eu passei, parei para conferir, chamando a Bianca que parou também. Era uma coral igual a do vídeo, somente um pouco menor.

Deixamos ela lá e seguimos nosso rumo, dessa vez com os 2 olhos colados no caminho à frete, mesmo estando no asfalto. As cobras estão por todos os lados.

Como Lidar com Cobras nas Trilhas

Mostraremos o que de mais importante você precisa saber sobre estes bichos “escorregadios” quando você for dar uma corridinhas por trilhas.

Creio que você possa ter chegado aqui querendo saber qual a primeira coisa a fazer ao se deparar com uma cobra em uma trilha?

A resposta é: Dê espaço para ela. Não a provoque, ela provavelmente vai tentar ficar longe de você o mais rápido possível.

Se você estiver em uma estrada ou trila, por exemplo, e quiser tentar evitar que a cobra seja atropelada por carros ou uma moto, use algo bem longo, um galho ou vara bem longa para espantá-la da estrada ou trilha.

Não tente pegá-la, ou capturá-la mesmo se achar que não é venenosa ou peçonhenta. Ela vai tentar fugir, não tente encurralá-la. Cobras tendem a se defender quando sentem-de encurraladas, e nesse caso a melhor devesa será o ataque. A maioria das mordias de cobras relatadas são em pessoas que tentaram “brincar” com cobras. Para um corredor ou caminhante as chances de ser atacado serão bem pequenas.

A segunda coisa a saber é, se algo der errado o que fazer se alguém for mordido por uma cobra na trilha?

A grande maioria do manual para picadas de cobra é praticamente o mesmo, não importa o tipo de cobra.

Esqueça qualquer coisa que envolva “cortar e sugar” as mordidas. A única coisa que você deve fazer é o transporte para a avaliação.

Basicamente não há nada que se possa fazer em campo. Você só precisa ir a um hospital para um tratamento com antidoto, os soros antiofídicos.

Lembre-se que mesmo a cobra sendo venenosa, elas podem não injetar muito veneno na mordida, elas estão, geralmente na defensiva e não querem te matar, mas só se defender.

Os principais sinais e sintomas são dor e inchaço. Tente transportar o amigo mordido com cuidado, de forma que ele se movimento o menos possível. Ou quanto menos ele se movimentar, melhor.

Don’t Panic

Manter a calma é o mais importante. Se estiver sozinho e foi mordido na perna, tente tente saltar com uma só perna o quanto puder, vale tentar improvisar uma muleta ou apoio.

Se for mordido na mão ou braço, mantenha-os imóvel o máximo que puder, e tente conseguir ajuda o mais rápido que puder.

Da perspectiva de um trail runner, é importante ficar sempre atento ao caminho. Caminhos pedregosos, manchas de sol nas trilhas, rastros na terra, montes de folhas e troncos são locais com maiores chances de ter uma cobra.

Mas lembre-se, como qualquer animal selvagem, eles tem mais medo de você do que você deles.

Veja esse ótimo artigo sobre Cobras em trilhas

About JosaJr

Um sujeito que mede o seu próprio sucesso pelo que inspira outras pessoas a fazerem de bom pelas suas vidas. Um eterno sonhador, corredor, artesão, cozinheiro, fly fisherman, criador do Endorfine-se, portal multi esportivo para quem corre ou pedala na rua e na montanha. Um belo dia resolveu levar uma vida mais saudável e perdeu 28kg em 5 meses e agora quer dividir com todo o mundo o que aprendeu e ainda vai aprender \o/

JosaJr

Um sujeito que mede o seu próprio sucesso pelo que inspira outras pessoas a fazerem de bom pelas suas vidas. Um eterno sonhador, corredor, artesão, cozinheiro, fly fisherman, criador do Endorfine-se, portal multi esportivo para quem corre ou pedala na rua e na montanha. Um belo dia resolveu levar uma vida mais saudável e perdeu 28kg em 5 meses e agora quer dividir com todo o mundo o que aprendeu e ainda vai aprender \o/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *