Adidas Kanadia TR7 by Endorfine-se – Avaliação

Antes de partir para a Avaliação do Adidas Kanadia quero dizer que a gente não faz avaliações detalhadas falando de materiais e características técnicas que você pode encontrar até mesmo no site do fabricante ou das lojas online. Aqui a gente fala sobre a nossa experiência usando o material nas condições em que nós corremos e treinamos, que são relativamente exigentes. E passamos as nossas impressões sobre a usabilidade do tênis a partir do que nós achamos importante ou que nós gostamos ou não gostamos.

Resumo

O resumo é até meio óbvio.

Para um tênis custando entre 150 e 200, ele oferece muito. É leve para um tênis trail, é flexível para um tênis trail, conforto razoável, grip razoável que oferece bastante segurança para correr em trilhas de vários tipos. Se você quer começar a correr trail este é um bom tênis para experimentar e ver se gosta da brincadeira. Se você já tem tênis trail e é mais experiente, é um tênis para colocar no rodízio e usar nos treinos, ajuda a economizar os seus calçados mais caros.

O Adidas Kanadia TR7 mais uma vez demonstra que um bom tênis não precisa ser caro. Ou que bons produtos não precisam, necessariamente ser caros. O que não quer dizer que não existam coisas caras e boas, rs.

Avaliação do Adidas Kanadia TR7

veja Avaliação Adidas Kanadia TR7 e assine nosso canal

Numeração

Eu precisei comprar 1 número à maior. Comprei o Adidas Kanadia no meu número pela internet e precisei pedir a troca por 1 número acima.

Conforto

Eu não acho que o tênis deve super confortável. Pra mim, excesso de conforto prejudica a evolução. Dito isso… segue o bonde.

Ao invés da palmilha removível tradicional o Adidas Kanadia TR7 tem uma espécie de forração na entressola e, apesar de vir com uma etiqueta Orthlite pendurada no tênis, essa forração não parece ter a técnologia de palmilhas da Adidas embutida nela.

Eu liguei para o SAC da Adidas e eles informaram que esse modelo tem a palmilha costurada. Achei que o tênis poderia ter mais do que isso, porque essa forração não é suficiente para proteger o seu pé de todas as costuras de união do tênis. As costuras que unem o cabedal na sua porção frontal e media ficam bastante expostas e em contato com o pé.

Para mim isso não chega a ser um problemão. Na maioria das provas que corremos, não demora muitos quilômetros para os tênis ficarem cheios de barro. Em algumas provas chegamos a trocar as meias no meio do caminho. O que eu sinto quando uso as palmilhas é que elas se embolam com o barro e incomodam bastante. Por isso não vou sentir falta da palmilha nesse tênis, nem da proteção que uma palmilha oferece. Com o tênis cheio de barro ela mais atrapalha do que protege. Se a falta da palmilha é um problema ou não isso vai ser bem pessoal, eu não senti falta.

O cabedal do Adidas Kanadia é feito de uma trama bem aberta que facilita bastante a ventilação, mas apesar de a marca dizer que ele tem um tratamento impermeabilizante, deixa entrar de tudo, água, lama, areia. E você sabe, ao atravessar um rio a água entra, a água sai, mas a areia fica. Todo cabedal tem um forro interno bem macio, mas que depois de molhado e cheio de barro não vai fazer muita diferença.

A proteção lateral poderia ser um pouco mais alta, o que costuma evitar a entrada de água e lama nos trechos molhados rasos. Com essa proteção baixinha assim ele não permanece seco na menor pocinha de água.

Também acho que o cabedal poderia ser meio centímetro mais alto e a língua pelo menos 1cm mais comprida e envolvente. Se você quiser amarrar o tênis usando todos os furos, o que é bem apropriado em trilhas com muita lama, vai ser difícil manter o cadarço por cima da língua curta. Isso deixa bem fácil entrar cascalho dentro do Adidas Kanadia. Com um pouquinho mais de cabedal esse ajuste no fechamento ficaria melhor e seria mais difícil entrar sujeira.

O contraforte não tem aquele suporte interno rígido e pesado geralmente feito em plástico, eu gosto disso. No geral o tênis é flexível e até leve para a categoria.

Os cadarços são bons e não escorregam facilmente quando fazemos laços firmes, em todos os meus treinos eles não desamarraram, mas eu gosto de colocar os laços e as pontas que sobram presos embaixo do cadarço.

Entressola

A entressola é de EVA. Poderia ser Boost como a do Adidas Resposnse TR Boost que tem Boost no calcanhar ou o Adidas Adizero XT Boost com Boost no médio pé? (Modelos ainda não lançados no Brasil) Acho que poderia, mas também acho que o Boost ainda é um “produto” para plataformas mais caras, comercialmente falando.

A entressola privilegia o corredor que ataca o solo com o calcanhar, o que deixa o tênis alto com 12mm de Drop. Pessoalmente acho que seria mais legal uma distribuição mais uniforme do material da entressola entre o calcanhar e o médio pé, isso deixaria o tênis mais adequado para a minha pisada midfoot, ou médio pé.

Mas essa distribuição de material com mais entressola no calcanhar deixou o tênis meio secão para quem ataca o solo com o médio pé. Eu não ligo muito pra amortecimento e até gosto de tênis com esta característica para percursos mais técnicos.

Nas trilhas mais roladas, e secas, ele atende bem. Os pisos mais macios dessas trilhas pedem menos de amortecimento. Eu gosto de um tênis que me deixa sentir mais as nuances do piso e gostei do que esse tênis me proporcionou. Ele transmite bem o solo para os pés.

Solado

O solado traxion tem travas médias. Esse tamanho segura mais barro que demora pra se soltar.

A gente correu em muito barro. Em muitos tipos de lama. Eu senti o tênis escorregar um pouco onde não esperava que escorregasse, mas não foi nada que inviabilize o seu uso. Eu penso que uma melhor distribuição na orientação dos sentidos das travas poderia melhorar o tênis nesse sentido. Algumas destras travas poderiam ter o sentido oposto, o que daria mais grip nas descidas. Um concorrente de mesmo nível da Adidas tem um solado assim.

Então o grip é razoável. Não é super eficiente, mas não é ruim. Eu gosto de treinar com tênis assim porque isso me obriga a aprimorar a técnica. Gosto de sentir o tênis que deixa um pouco da descida para eu controlar, é gostoso sentir o tênis escorregar e precisar corrigir.

A sola escorrega em pedras úmidas. É o preço da durabilidade que até tênis bem caros e famosos acabam pagando. Tenho tênis que estão entre os melhores do mundo que escorregam até mais em pedras úmidas. Então o jeito é tomar cuidado e melhorar a técnica.

Durabilidade

Ainda não consegui avaliar este ponto porque o tênis tem pouco uso, mas não tem nada nele que indique que vai durar pouco.

Aplicabilidade

Para mim ele será um tênis de treino, treinos curtos até 20, 25km em trilhas técnicas. Em provas eu usarei outros calçados, mas só porque eu tenho outros calçados. Senão eles seriam perfeitamente adequados para qualquer prova mais técnica em trilhas travadas, molhadas ou roladas e secas. Só não usaria esse tênis em provas com muitas estradas ou que tivessem poucas trilhas técnicas. Para percursos assim eu optaria por tênis mistos.

adidas kanadia
adidas kanadia

About JosaJr

Um sujeito que mede o seu próprio sucesso pelo que inspira outras pessoas a fazerem de bom pelas suas vidas. Um eterno sonhador, corredor, artesão, cozinheiro, fly fisherman, criador do Endorfine-se, portal multi esportivo para quem corre ou pedala na rua e na montanha. Um belo dia resolveu levar uma vida mais saudável e perdeu 28kg em 5 meses e agora quer dividir com todo o mundo o que aprendeu e ainda vai aprender \o/

JosaJr

Um sujeito que mede o seu próprio sucesso pelo que inspira outras pessoas a fazerem de bom pelas suas vidas. Um eterno sonhador, corredor, artesão, cozinheiro, fly fisherman, criador do Endorfine-se, portal multi esportivo para quem corre ou pedala na rua e na montanha. Um belo dia resolveu levar uma vida mais saudável e perdeu 28kg em 5 meses e agora quer dividir com todo o mundo o que aprendeu e ainda vai aprender \o/

Um comentário em “Adidas Kanadia TR7 by Endorfine-se – Avaliação

  • abril 20, 2016 em 2:09 pm
    Permalink

    bom ter alguém que faça uma avaliação detalhada e tecnica de forma informal para os interador e leigos, veteranos, amadores e iniciantes. Parabéns e sucesso.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *